Literatura

5 Livros Para Ler Num Dia Frio

19:59


Setembro chegou trazendo dias chuvosos e quietinhos, daqueles que nos faz ter vontade de ficar na cama, tomar um chazinho e não levantar. Por isso, aqui vai uma lista de 5 livros para ler num dia frio ou de preguiça e aquecer o coraçãozinho.

1 - O Amor Segundo Buenos Aires - Fernando Scheller

Publicado pela editora Intrínseca em 2016, o romance marca a estreia do brasileiro Fernando Scheller na literatura de ficção. 

A história, ambientada em uma Buenos Aires charmosa e convidativa, narra a trajetória de Hugo, que deixa o Brasil para seguir sua namorada ao coração da Argentina. Quando seu romance com Leonor vai por água a baixo, a cidade e seus personagens ganham protagonismo, entrelaçando diversas vidas através do amor e da amizade. 

Ainda que visceral em sua escrita, a obra é uma ode à família, aos amigos e aos amantes. Uma leitura gostosa e cativante, perfeita pra aquecer o coração num dia frio e te deixar com aquela sensação esperançosa  de "ok, vai ficar tudo bem". E vai.

2 - A Caderneta Vermelha - Aintoine Lauren

Este é um livro leve e descomplicado, quase como assistir a uma das nossas comédias românticas favoritas. Em poucas páginas, o autor conta a história do personagem Laurent Letellier que, em uma tranquila manhã parisiense encontra uma bolsa feminina abandonada na rua. 

Na bolsa, não há nenhum documento que identifique a dona da bolsa, apenas objetos pessoais que deixam pouca ou nenhuma pista sobre quem pertencem. Dentre esses objetos, está a caderneta vermelha, cheia de anotações, ideias e pensamentos que fazem Laurent, aos poucos, se apaixonar por uma completa desconhecia.

O que poderia ser apenas uma casualidade, se transforma em um presente inesperado do destino. Uma obra do acaso que todos nós, no fundo, gostaríamos de vivenciar.

3 - O Lado Bom da Vida - Matthew Quick

O mais famoso da lista, talvez esse livro dispense apresentações devido ao maravilhoso filme que fizeram sobre ele (um dos meus favoritos da vida). No entanto, vale dizer que as duas obras possuem muitíssimas diferenças, o que faz a história soar quase que inédita.

Para quem nunca ouviu falar, nesse livro Matthew Quick nos presenteia com a história de Pat Peoples, um ex-professor de História que acabou de sair de uma clínica psiquiátrica sem recordar os motivos que o fez ficar internado "naquele lugar ruim".

Enquanto tenta voltar aos trilhos e reconquistar o amor de sua esposa Nikki, Pat desenvolve uma filosofia positiva de vida que inclui fazer exercícios e "ser gentil ao invés de ter razão". No meio de tudo isso, ele precisa lidar também com os sentimentos que passa a ter em relação a Tiffany, que bagunça sua ideia de final feliz.

4 - Merde! Um ano em Paris - Sthepen Clarke 

Mais uma obra ambienta em Paris na lista! Uma divertida comédia de costumes. Esta é a melhor definição que posso dar para esse livro incrível que mostra a história de Paul West, um homem britânico que se muda para Paris à trabalho e precisa lidar com o modo de vida francês. 
Desde o mau humor dos garçons e a forma correta de se pedir um café, passando pelas intermináveis e infinitas greves nacionais, até o amour das francesas. 

Desinibido, descomplicado e divertido. Ótima pedida para um dia de preguiça. 

5 - Mil Dias Na Toscana - Marlena de Blasi 

Se você é apaixonado por viagens e gastronomia, essa obra é para você! O livro relata o período em que a autora, que também é Crítica Gastronômica, passou na bucólica Toscana, ao deixar Veneza, em busca de uma vida mais tranquila. 

Assim como ela, aprendemos que na Toscana a vida, a política, as conversas e a filosofia firam em torno de comida. E, junto com ela, redescobrimos o prazer de um bom prato preparo na própria cozinha, servido em uma mesa repleta de pessoas que amamos. 

Pães assados, azeites, massas caseiras, cozidos, sopas, flores de abobrinha fritas, pecorinos... Aqui, comer é um ato político e uma forma de nos lembrarmos das coisas simples e gostosas da vida.

As receitas, as compras, os vinhos... As colheitas de uvas, de azeitonas e trufas... As histórias dos moradores locais e os relatos passados da guerra. Os cantos compartilhados no lagar e nas festas. O amor e a poesia. A simplicidade do campo e a inocência de amizades forjadas sem pretensões. Tudo isso torna o livro um abraço bem dado na nossa alma. Perfeito para recarregarmos as energias e encontrarmos novos caminhos. 

Bom gente, essa foi a nossa lista de 5 livros para ler em um dia frio. Quais outros livros vocês indicam? 

beijos
et amusez la vie. 



Casamento

Como dar Início à Organização do Casamento

14:04

imagem de fundo via bespoke-bride
Com o computador quebrado e uma internet super lentinha, o blog acabou ficando em branco durante todo o mês de novembro. Mas dezembro chegou e aborralheira está de volta à ativa. Agora nós teremos posts fixos toda a segunda, quarta e sexta. E hoje é inauguração de tag nova!

Eu sou apaixonada por organização de eventos e estava ansiosa para escrever sobre casamentos aqui no blog. Os preparativos, a decoração, as músicas, o romantismo, a cerimônia... Toda a ideia de tirar um dia para celebrar o amor com os amigos e a  família me encanta muito.

Até porque, como bem disse Wagner Moura, "o casamento é uma instituição moderníssima. Hoje, nada mais obriga duas pessoas a estarem juntas, a não ser o amor"

E, desde que minha melhor amiga ficou noiva, tivemos muitas dúvidas. Afinal, depois que a gente noiva, a gente faz o que? Começa por onde?

Quer saber a resposta para essas perguntas? Então vem cá descobrir como dar início à organização do casamento!

1 - Defina o Estilo do Casamento

Desde os clássicos até aos alternativos, existem muitos estilos que podem ser usados em seu casamento. No entanto, nesta fase, é importante ir além da estética e aplicar alguns conceitos de Gestão de Marca ao seu evento.

Para pra pensar... Quando uma marca cria uma logo, ela não está te passando apenas uma imagem, mas um conceito. Na verdade, as cores, formas e fontes são didatas pelo conceito. Este conceito é, portanto, tudo aquilo o que remete à sua marca. É o conjunto de coisas que a representam.

Por exemplo, se você quer um casamento delicado e intimista, onde o clima seja de paz, harmonia e tranquilidade, faz sentido que ele seja realizado ao ar livre, durante o dia, reservado a poucos convidados e com uma pegada mais clean e minimalista.

Faz parte do conceito, do conjunto, o estilo propriamente dito, mas também a "vibe" do evento, a mensagem que quer passar, a forma como se eterniza. Eu quero um casamento tradicional ou despojado? Combina mais ser durante o dia ou à noite? Quais cores se encaixam aqui? Que músicas tocar? Qual comida servir? Que lembrancinhas disponibilizar? 

Pergunte a si mesmo como você quer as pessoas se lembrem desse dia e, o mais importante, como você gostaria de lembrar desse dia. Ao pensar assim, você construirá o seu conceito e será muito mais fácil dar início à organização do seu casamento.

Obs: Inspire-se nas tendências, mas não abra mão da própria personalidade. Esse dia é seu e de seu grande amor. Por isso, deixe-o a cara de vocês!

2 - Escolha Data e Horário

Parece óbvio, mas um dos itens mais importantes dessa lista às vezes é negligenciado pelos casais. É muito comum que noivinhos e noivinhas se percam em confabulações e acabem adiando a escolha da data e do horário da cerimônia. Não cometa esse erro! 

Dar conta de todas as etapas da organização depende de um bom planejamento. Todo a sua agenda será montada em cima da data escolhida. Além do mais, definir a data com antecedência ajudará  você a se preparar e a se adaptar às questões específicas daquela época do ano.

Maio, por exemplo, é um mês onde o preços dos fornecedores sobe consideravelmente. Já em agosto, você poderá encontrar muitos descontos. Nos meses chuvosos, é bom evitar cerimônias ao ar livre e por aí vai. 

Nesse mesmo sentido, estipular o horário é essencial. Sua cerimônia será noturna? Invista na iluminação. Gambiarras estão em alta e têm uma pegada super romântica. O casamento vai ser de manhã? Reserve para você uma ótima noite de sono. Aqui, a palavra chave é: programe-se. 

3 - Delimite o Orçamento

E se atenha a ele! Seu evento precisa caber no seu bolso. No Brasil, casamentos custam, em média, entre 30 e 40 mil reais. Mas você não precisa gastar tanto. Seu orçamento está apertado? Opte por um mini-wedding ou um petit comitê. Celebre o amor com simplicidade. 

O importante é ter em mente que, independente do orçamento que você estipular, não poderá perdê-lo de vista. Todos os dias você terá ideias novas sobre o que acrescentar à sua festa. E cada uma dessas ideias, por mais simples que sejam, custam dinheiro.

Saiba o quanto você pode gastar, trace prioridades, procure fornecedores dentro da sua faixa, tenha uma planilha para controlar os gastos e organize-se. Com planejamento e criatividade é possível fazer um casamento inesquecível sem ficar no vermelho.

4 - Estipule o Tamanho do Seu Casamento

A sua lista de convidados mudará muitas vezes, mas, de acordo com o seu orçamento, defina qual será a média de pessoas que você irá convidar. Pense que, quanto mais convidados você tiver, maior será o custo com o lugar, o buffet, os doces, as lembrancinhas e etc. 

Aqui meu conselho é que você não convide pessoas apenas por convidar, ou para cumprir tabela. Mesmo que o seu orçamento não esteja apertado, um lista concisa de convidados ajudará você a recepcioná-los de forma melhor e mais elaborada.

Além do mais, independente do tipo ou do estilo de casamento pelo qual você optar, esse é um dia muito especial. Reserve-o para as pessoas essenciais em sua vida, aquelas pessoas que tornarão esse dia memorável e aconchegante.

5 - Pesquise Fornecedores 

Para que tudo saia perfeito no seu grande dia, você precisa contar com profissionais comprometidos, qualificados e que prestem um serviço de excelência. Por isso, pesquise, busque recomendações, faça uma listinha de prós e contras, compare os preços. ( E lembre-se que nem sempre o mais caro é o melhor, viu?)

Talvez você não encontrará o que procura ao buscar fornecedores no google. Por isso, abuse dos grupos do facebook, das comunidades do google+, das hashtags do instagram e do bom e antigo "boca-a-boca". Sabe aquela prima da amiga da sua mãe que usou um vestido magnífico? Entre em contato. O melhor feedback vem de quem já usou o serviço. 

Dica de amiga: dê prioridade ao local do evento, buffet, decoração e fotografia. Esses são elementos extremamente disputados e você não vai querer ficar sem aquele fotógrafo incrível porque outra pessoa já reservou a sua data.

Ufa! Agora que você já sabe como começar a organizar seu casamento, é só colocar os papéis para correr.  

Gostou das dicas? Deixe seu comentário aí embaixo! 

Ponha a mão na massa e don't panic. 
beijos


Cinema e TV

5 Filmes Para Assistir no Dia das Bruxas

10:44


Filmes Halloween
imagem de funda via apartament therapy

O dia mais assombrado do ano chegou! E se você quer comemorar a data na segurança do seu sofá enquanto come um balde de pipoca, chama os amigos, acende as abóboras e vem conferir 5 Filmes Para Assistir no Dia das Bruxas.

1 - Halloween - John Carpenter - 1978

Jamie Lee Curtis
Laure Strode - Imagem de Reprodução
Clássico indispensável do dia das bruxas, a obra narra a história do psicopata Michael Myers que, aos seis anos de idade, matou sua irmã à facadas na noite de halloween. Exatamente quinze anos depois, Myers escapa da clínica onde esteve preso, volta para sua cidade natal e passa a perseguir a jovem Laurie Strode, deixando um rastro de mortes na tentativa de alcançá-la. 

Apesar da trama simples e do baixo orçamento, John Carpenter consegue construir uma atmosfera tensa e sufocante. Enquanto os planos fechados causam desconforto, os planos abertos, em que vemos o assassino se aproximando lentamente, dão uma terrível sensação de impotência e desespero.

O filme foi tão icônico que inspirou a abertura de 'Stranger Things' e o serial killer de 'Pânico', além de ser um marco para o gênero do suspense. Vale muito apena assistir. 

2 - It: A Coisa - Andy Muschieti - 2017

O "Clube dos Perdedores" - Imagem de Reprodução
Se você morre de medo de palhaços, esse (não) é pra você. Baseado no livro homônimo de Sthepen King, "It" conta a história de sete crianças que precisam lidar com um verdadeiro pesadelo: a Coisa.

Responsável pelo desaparecimento e morte de diversas crianças em Derry, no Maine, a coisa toma a forma do terrível e assustador palhaço Pennywise. Diante da apatia dos adultos, o "clube dos perdedores" se une para dar um fim ao rastro de sangue deixado pela criatura.

Obra que também serviu de inspiração para Stranger Things, a história já havia sido mostrada no cinema. Sob o título de "It: Uma Obra Prima do Medo", o longa dos anos 90 não alcançou o mesmo status que a versão de Andy Muschieti. O diretor deu um baita up nas produções de terror da última década. Quer morrer de medo? Assista ao trailer aqui.

Ps: o filme tem cenas bem pesadas, então não indico nem para os de estômago fraco e nem para os menores de 16 anos. De resto, é pedida certa pro Halloween.

3 - Os Fantasmas Se Divertem - Tim Burton - 1988

Winona Ryder em Beetlejuice - Imagem de Reprodução
Para descontrair um pouquinho, aqui vai um dos maiores sucessos do querido e excêntrico Tim Burton.

Quando Bárbara e Adam Maitland morrem em um acidente de carro, são obrigados a assombrarem sua antiga casa por alguns anos (parte da burocracia). Assim que uma nova família se muda para lá, o casal de fantasmas tenta assustar os moradores a todo custo, mas tudo o que conseguem é adquirir o interesse e a simpatia de Lydia, a filha adolescente dos novos moradores.
A situação foge do controle quando Bárbara e Adam decidem contratar os serviços de Beetlejuice, um fantasma pomposo e instável que não tem lá muito boas intenções.

Com o humor ácido e sombrio típico de Burton, o filme é tragicômico e absurdo,  o que rende muitas risadas. Além, é claro, de contar com as excelentes performances de Winona Ryder e Michael Keaton nos papéis principais.

Só cuidado!  Nada de falar 'Beetlejuice' três vezes. Porque né, vai que ele aparece atrás de você...

4 - O Estranho Mundo de Jack - Henry Selick - 1993

O Estranho Mundo de Jack - Imagem de Reprodução
Mais um filme com a pegada sombria de Burton, a obra acompanha a trajetória de Jack, um ser fantástico que vive na Cidade do Halloween. Um dia, cansado de fazer as mesmas coisas, Jack Skellington sai dos limites de sua cidade e acaba atravessando o portal para a cidade do Natal. Encantado com as luzes, a neve e o espírito natalino, Jack decide sequestrar o Papai Noel e levar o natal para o halloween, enquanto faz algo novo com sua vida.

O filme é uma delícia. É engraçado, divertido, tocante e fofo. Mesmo os que não gostam de musicais se apaixonam por frases hilárias como: "Pega o papai cruel, bate muito bem. Deixa ele descansar no trilho do trem..."

Como se não bastasse todo o enredo, o longa conta com uma qualidade técnica incrível. Diferente do que muita gente pensa, 'O Estranho Mundo de Jack' não é uma animação, mas um stop-motion. Isso significa que ele foi filmado com bonequinhos de verdade sendo movimentados e fotografados quadro a quadro (levando longos três anos para ser conclúido). Por isso, apesar de ser idealizado por Tim Burton, o projeto precisou ser dirigido pelo magnífico Henry Selick, que é especialista no assunto.

Dê uma chance, você não vai se arrepender. Afinal de contas, o que é mais halloween do que o Rei da Cidade do Halloween? Te amo, Jack.

5 - Donnie Darko - Richard Kelly - 2001

Donnie Darko - Imagem de Reprodução
No filme mais cult da nossa lista, Donnie Darko é um adolescente genial, incomum e isolado que, devido à suas visões, faz tratamento para esquizofrenia. Uma dia, Donnie é atraído para fora de sua casa por um gigante e macabro coelho chamado Frank. Frank diz a Donnie que o mundo acabará em um mês. À princípio, o protagonista pensa que é uma brincadeira, mas começa a mudar de ideia quando uma turbina de avião cai em sua cama, onde ele estaria deitado se não fosse o chamado de Frank.  

O filme aborda viagens no tempo e universos paralelos de forma muito original e é genial ao não criar uma narrativa forçadamente expositiva. Muitas questões levantadas ao longa da obra são deixadas em aberto, abrindo espaço para diversas interpretações e teorias. Excetuando a forte atuação de Jake Gyllenhaal, o roteiro de dar nó na cabeça e a pegada filosófica, a obra ganhou destaque por seus diálogos imprevisíveis, profundos e marcantes. 
Além do clima de suspense  e de imagens bem assustadoras envolvendo o coelho Frank, o longa encontra seu clímax em uma noite de Halloween. 

Não deixe de assistir esse filme e lembre-se: antes de sair por aí questionando o porque das fantasias ridículas dos seus amiguinhos, pergunte a si mesmo "por que você está usando essa ridícula fantasia de homem".

6 - Indicações Bônus 

Invocação do Mal - Imagem de Reprodução
Se você quer opções de filmes arrepiantes, vem conferir a lista de Sexta-Feira 13 que fiz para o blog Mais Que Seis. Filme é o que não vai faltar na noite de hoje. 

E aí, pessoal. Gostaram do post? Comenta aí. 

Bom halloween e smash the pumpkin
boo

Cinema e TV

5 Séries Para Entrar no Clima de Halloween

09:53

Séries Halloween
imagem de fundo via sugar and charm
Outubro deixou de ser o mês das crianças para virar o mês das bruxas. E se você é do tipo que usa qualquer desculpa para maratonar na frente da TV, prepara a pipoquinha e vem conferir essas (maravilhosas) 5 séries para entrar no clima de halloween.

1 - Supernatural - Eric Kripke


Sam e Dean Winchester
Supernatural - Imagem de Reprodução
Há mais de doze anos no ar, Supernatural narra a trajetória de Sam e Dean Winchester, que rodam o país resolvendo casos que envolvem o sobrenatural. 
Enquanto seguem na caçada contra bruxas, monstros, palhaços assassinos e espíritos vingativos, os irmãos tentam lidar com a terrível morte da mãe e o desaparecimento do pai.  

A série não faz tanto sucesso atoa. Com uma trama bem costurada e uma trilha sonora magnífica, a história mescla drama, terror e suspense com uma boa dose de humor sarcástico e divertido. Além de  explorar lendas locais e mundiais com maestria, dando a elas novo significado e contexto. Em pouco tempo você já vai estar repetindo a frase que se tornou lema da série e de seu fandom: "Salvar pessoas, caçar coisas. O negócio da família".

Apesar de seguir um enredo retilíneo, cada episódio é dedicado a resolução de um caso específico. E se você não quer maratonar todo o seriado, aqui vão 7 episódios que dão frio na espinha para você assistir no halloween: Piloto, Bloody Mary, Espantalho, Provenence, Fantasma da Estrada, Todos Amam o Palhaço e Vestígios de Família. Eu amo e indico.

2 - Scream - Jill E. Blotevogel, Dan Dworkin e Jay Beattie

Scream Netflix
Scream - Imagem de Reprodução
Conhecida como a série do "Pânico", Scream traz de volta, em uma conjuntura diversa da dos filmes, o icônico assassino de roupa preta e máscara branca que fez sucesso nos anos 90 e 2000. 
A pequena Lakewood começa a lidar com homicídios brutais que parecem estar conectadas não só a fatos do passado da cidade, mas à Emma e seus amigos, que passam a ser insistentemente perseguidos pelo serial killer.  

Trash adolescente, a série consegue te prender do início ao fim na ânsia de descobrir a identidade do assassino. Além de contar com um episódio especial de halloween, a trama é cheia de suspense, terror, mortes explícitas e muitos mistérios. Um prato cheio para o dia das bruxas.

3 - American Horror Story: Roanoke - Murph e Falchuck

Roanoke
American Horror Story - Imagem de Reprodução
American Horror Story é uma série antológica de terror e suspense que, a cada temporada, nos traz uma história inquietante e espantosa. 

Em "Roanoke", sexto ano do show, somos apresentados a Shelby e Matt Miller, um casal que se muda para a Carolina do Norte após sofrerem um episódio traumático na cidade de Los Angeles. Assim que se instalam  na nova casa, Shelby e Matt começam a vivenciar experiências paranormais bizarras.

Com apenas dez episódios, a temporada possui um formato interessantíssimo que mescla documentário e reality show, inspiração em clássicos do trash como "O Massacre da Serra Elétrica", um elenco de peso  que conta com Sarah Paulsoun e Cuba Gooding Jr nos papéis principais e muitas reviravoltas fodas. Inclusive as do seu estômago.

4 - Penny Dreadfull - John Logan

Eva Green
Eva Green em Penny Dreadfull - Imagem de Reprodução
Ambientada na Londres do século XIX, Penny Dreadfull é uma série de terror e fantasia que traz  personagens famosos da literatura de horror, misturando-os com lendas urbanas e seres sobrenaturais. 

Com uma pegada gótica e sombria, a série entrelaça bruxas, lobisomens e vampiros com personagens como Victor Frankenstein, Dorian Gray, Drácula, Van Helsing e também com lendas como Jack, o estripador. O que poderia estar mas no clima de halloween que isso?

5 - Stranger Things -  Irmãos Duffer


Netflix
Stranger Things - Imagem de Reprodução
Sucesso disparado de audiência, a série que mais bombou no ano passado gira em torno do desaparecimento de Will Byers e das "coisas estranhas" que começam a acontecer na pacata cidade de Hawkins, incluindo o surgimento da misteriosa Eleven (a maior bad ass que você respeita).
Stranger Things mistura ficção científica e terror em uma história pela qual é impossível não se apaixonar.

Ambientada nos anos 80, a série é pura nostalgia. Com homenagens e referências à grandes obras de Steven Spilberg e Sthepen King, uma trilha sonora invejável com The Clash e David Bowie, a série possui ainda diversos easter eggs e é um ode à cultura nerd.
Se vocês cresceu ouvindo rock de garagem, andando de bicicleta com os amigos e descansando enquanto assistia Sessão da Tarde, vai amar Stranger Things. Se não, essa é uma ótima oportunidade de se apaixonar por uma época que foi fundamental para a cultura pop como um todo.

Não quero dar muitos detalhes do enredo para não estragar sua experiência. (Você pode assistir ao trailer clicando aqui). O que posso dizer é que a série possui um elenco incrível, um roteiro maravilhoso e muito bem fechado e uma direção espetacular. Além, é claro, do clima de suspense e tensão que é a cara do dia das bruxas. O melhor de tudo? A segunda temporada já está no ar no Netflix. Corre lá. 

Gostou das indicações? Comenta aí. 

Bom halloween e trick or treat yo' self.
boo.

Evento e Decor

Decoração Minimalista de Halloween

21:15

Minimalist Halloween Decor

Apesar de ser uma tradição norte-americana, o Halloween conquistou o mundo  por ser um ótima data para receber os amigos, dar festas temáticas, usar fantasias incríveis e, claro, decorar a casa. 
E se a primeira imagem que vem à sua cabeça está tomada de preto, laranja e roxo, saiba que é possível uma versão sofisticada e moderninha do dia mais assustador do ano.  
Como sou adepta do pensamento de que menos é mais, decidi separar aqui alguns exemplos adoráveis para te inspirar a fazer uma linda decoração minimalista de halloween. 

1 - Tons Pastéis 

Apostar em tons claros é uma ótima forma de trazer sutileza e elegância para a decoração de halloween. 
Invista em abóboras brancas, velas e também nas folhagens, que dão um ar de frescor para o ambiente. Finalize com um plaquinha temática divertida e abuse da criatividade na hora de escolher sua frase. 

2 - Preto e Branco 

A clássica combinação de preto e branco é uma grande aliada do minimalismo e fica incrível quando usada no halloween. 
Aposte nos morcegos e em personagens que contrastam ambas as cores, como o Jack de "O Estranho Mundo de Jack", fazendo pose na segunda foto ali.  

3 - Alto Astral 

Não é porque é halloween que não podemos fazer uma decoração alegre e divertida. E nada mais cool e moderninho do que dar um tom girlie, misturando caveiras com elementos românticos como flores e tons de rosa. 
Essa é uma ótima pedida para quem quer fazer festa de aniversário ou chá de noivado com o tema de halloween sem perder o ar leve, fofinho e descontraído.

4 - Nos Detalhes

Se você não tem muito tempo pra se dedicar a montar uma decoração ou simplesmente quer apenas dar um toque temático na sua casa, invista nos detalhes. Seja uma almofada, quadrinho ou abóbora solitária, o importante é ter o toque ali presente. 

via @vee.zel e pinterest
Você também pode investir em objetos conceituais, como o número 31 ou um pequeno corvo. O que importa é manter referência à data.

5 - Intimista

Que tal aproveitar o halloween para fazer um cineminha a dois ou um petit comité para os amigos? 
Monte uma mesinha charmosa com flores em suaves tons de abóbora e roxo e acrescente alguns elementos temáticos como esqueletos, morcegos e abóboras. Não esqueça da pipoca e dos doces! (Nem de voltar aqui no blog para conferir nossa indicação de 5 filmes para assistir no halloween). 

6 - Tradicional

via apartament theraphy e pinterest
Sim, é possível fazer uma decoração minimalista de halloween com o tradicional preto e laranja! O segredo é dosar os elementos, prezar pelo bom gosto e aproveitar uma das datas mais divertidas do ano. 

E aí, gostou das dicas? Comenta aí quais dessas decorações mais te agradou e não esquece de compartilhar esse post nas redes sociais. 

Bom halloween e creep it real!
boo.

Literatura

4 Livros Brasileiros Incríveis Que Todo Mundo Deveria Ler

16:44

Livros Brasileiros


Nem só de obras traduzidas vivem as nossas livrarias. A literatura brasileira é riquíssima e hoje estou aqui para te indicar quatro livros brasileiros que todo mundo deveria ler.
Desde que decidi criar o blog, separei diversos assuntos e temas que eu gostaria de abordar por aqui, mas era difícil escolher por qual deles começar. Então, vasculhando minha mente, decidi trazer um tema que eu amo e do qual não consigo me cansar: literatura brasileira.

Não, literatura brasileira não é chata, não é caricata e nem ultrapassada. Dos clássicos obrigatórios na escola até os autores contemporâneos um pouco esquecidos, nosso país está cheio de histórias fascinantes, lindas e muito bem escritas. E se você é do tipo que entra na livraria e passa direto pela seção “nacionais”, esse post é pra você. Dê uma chance, existe um mundo de maravilhas esperando para ser descoberto por ali. 


1.  Dom Casmurro - Machado de Assis

Um clássico absoluto, Dom Casmurro é muito mais do que um livro de vestibular. E se você não chegou de marte agora, sabe que a obra trata da história de amor, ódio e traição entre Capitu e Bentinho.  Será?

Machado de Assis nos apresenta a história de Bento Santiago, narrada pelo próprio Bento, em sua velhice.  A autobiografia tem um ponto muito claro: explicar como Bentinho se tornou um homem solitário e amargurado e o que isso tem a ver com a traição de Capitu, que um dia fora o grande amor de sua vida. Daí surgiu a questão: Capitu traiu ou não traiu Bentinho? (Pretendo fazer um post respondendo essa pergunta). 

De forma sutil e ácida, o autor faz diversas críticas à sociedade brasileira da época e aborda a questão das diferenças sociais numa história que até os dias de hoje fomenta discussões acirradas sobre patriarcado e machismo, tendo virado até tema de doutorado no Brasil e lá fora.
A escrita real e vibrante faz com que você fique preso do começo ao fim do livro. Ora sendo guiado pela narrativa subjetiva de Bento, ora desconfiando dessa mesma narrativa, através de pequenas pistas deixadas ao longo da obra.

Além da beleza da escrita, da paranoia descarada e de frases que marcaram o imaginário popular, Assis nos presenteia com uma das personagens femininas mais icônicas da literatura. Você não pode deixar de ler esse livro.

Você pode baixar o livro em PDF clicando aqui: Download

2. Eu Receberia As Piores Notícias de Seus Lindos Lábios - Marçal Aquino

Tenro, erótico e avassalador. Essas são as três palavras que eu usaria para descrever esse romance.  

Aquino nos conta a trajetória do fotógrafo Cauby, que se apaixona loucamente por Lavínia, o “motivo de sua descida ao inferno”. Ambientada em uma hostil cidade no interior do Pará, a história nos apresenta um triângulo amoroso entre Cauby, Lavínia e o pastor Ernani, o conflito entre garimpeiros locais e os donos de uma mineradora e as histórias de personagens secundários que servem de pistas para o que de fato teria acontecido com Cauby e Lavínia anos antes da história ser contada

Um dos maiores trunfos dessa narrativa é Lavínia. A personagem vivida por Camila Pitanga no cinema tem uma força incrível e uma trajetória de vida arrebatadora. Abusada pelo padrasto, Lavínia foi morar nas ruas, virou dependente química e prostituta, sendo resgatada por Ernani, com quem se casou. A lascívia, espontaneidade, pureza e beleza das duas metades de Lavínia, a tornam uma personagem inesquecível e apaixonante.

O título poético dá o tom de uma história de amor magnífica e cheia de reviravoltas. A obra de Marçal deixa o seu coração na mão do começo ao fim, num clima de presságio e mau agouro. Cada acontecimento que define o destino dos personagens te deixa aterrorizado e boquiaberto. Uma narrativa bem escrita, bem construída, envolvente e brilhante.  E, acredite em mim, quando você descobrir quais sãos as piores notícias recebidas por Cauby através dos lindos lábios de Lavínia, nunca vai se esquecer do nome desse autor. Precisa entrar na sua estante. 

3. Suicidas - Raphael Montes

Um dos livros brasileiros que mais me agradou nos últimos anos, “Suicidas” traz a história de nove jovens da elite carioca, encontrados mortos em um porão.

Um ano depois da tragédia, as mães desses jovens são reunidas pela delegada Diana Guimarães para tentar desvendar o que teria levado seus filhos a participarem do terrível jogo da roleta russa. Por meio da leitura de anotações feitas por Alê, um dos suicidas, as mães são levadas aos momentos que antecederam a ação de seus filhos e também aos momentos da morte de seus filhos. Se você acha que “13 Reasons Why” pegou pesado é porque ainda não leu essa obra.  

De forma mórbida e descarada, Montes constrói uma narrativa intrigante. Além de abordar o suicídio em si, também discute temas como homossexualidade, Síndrome de Down, uso de drogas, aborto e ambição. Mas não se engane, nem tudo é o que parece ser.

A trama é bem desenvolvida, te prende e não te deixa pistas do que realmente está acontecendo. Ao ser revelada a verdade, não há mais volta. Com um Plot Twist digno de David Fincher, quando você terminar essa leitura vai estar tão de boca aberta que não vai parar de pensar nesse livro por dias, como eu.

Se você quer conhecer novos autores brasileiros, esse livro é minha maior indicação.
Ps: não recomendo esse livro para menores de 15 anos, de resto: tem que adicionar na lista de leitura. 

4. Feliz Ano Velho - Marcelo Rubens Paiva


Um dos meus livros brasileiros preferidos, Feliz Ano Velho conta a história real do escritor Marcelo Rubens Paiva que aos vinte anos ficou paralítico após mergulhar de cabeça em uma lagoa rasa.

De forma sincera, livre e descomplicada, somos guiados pelas dificuldades enfrentadas pelo autor, tentando recuperar os pequenos movimentos de seu corpo e o pesadelo de ver sua vida bruscamente transformada. “Engraçado que eu não tinha coragem nenhuma, simplesmente não podia fazer outra coisa senão enfrentar”.

Mesmo com o tema trágico e melancólico, Paiva narra sua própria história com humor, doçura e um toque muito especial de erotismo.  
Além disso, o autor nos conduz pelo meio de uma juventude irreverente, por agitações políticas e culturais em torno da Unicamp e um contexto político muito delicado no país: a Ditadura. Marcelo viu seu próprio pai ser levado de casa por soldados armados, que nunca mais dariam notícias sobre o paradeiro do então deputado federal, Rubens Paiva.

É impossível não se emocionar com a ode à amizade, à camaradagem, à esperança e ao amor. Impossível não concordar com as críticas ácidas dirigidas ao sistema e a nós mesmos. Impossível não rir dos sarcasmos com temas delicados como sexo praticado por cadeirantes. Impossível não se apaixonar por essa obra.

Gostou das dicas? Comenta aí quais livros brasileiros você recomenda!

Postagem em destaque

5 Livros Para Ler Num Dia Frio

Setembro chegou trazendo dias chuvosos e quietinhos, daqueles que nos faz ter vontade de ficar na cama, tomar um chazinho e não levanta...

Postagens mais visitadas

Spotify